Júpiter Ganhará um Brilho Extra ao Passar Próximo da Terra

19-09-2010 17:39

 

Júpiter Ganhará um Brilho Extra ao Passar Próximo da Terra

Se você olhar para cima em qualquer noite de céu claro de Setembro, uma grande “estrela” brilhante chamará sua atenção. Ela estará baixa no lado leste do céu pouco depois do crepúsculo e alta no lado sudeste do céu à medida que a noite avançar. Ela irá completamente se sobressair em comparação com qualquer outra estrela do céu.

O que você está observando na verdade é o planeta Jupiter. “Júpiter sempre está brilhante, mas se você achar que ele está um pouco mais brilhante do que normalmente se apresenta, você está correto”, disse Robert Naeye, editor chefe da revista Sky and Telescope. “Júpiter está fazendo sua passagem mais próxima da Terra no ano. E essa passagem é a mais próxima que Júpiter chegará entre os anos de 1963 e 2022”.

Júpiter estará mais próximo da Terra na noite de segunda-feira 20 de Setembro de 2010: 368 milhões de milhas de distância. Ele permanecerá próximo dessa distância durante toda a última parte do mês de Setembro.

Na última vez que Júpiter esteve próximo da Terra, que aconteceu em Agosto de 2009, o planeta estava 2% mais apagado do que dessa vez. Na sua próxima passagem próximo da Terra ele estará um pouco mais de 1% mais distante do que agora.

Em adição à distância entre Júpiter e a Terra que será a menor nesse período, o planeta estará 4% mais brilhante do que o normal pois um de seus cinturões de nuvens marrons estará escondido. Por aproximadamente um ano o gigantesco Cinturão Equatorial sul, que normalmente é observado por meio de pequenos telescópios estará escondido por uma camada de nuvens mais brilhantes constituídas de amônia.

Coincidentemente, Júpiter também passará quase em frente ao planeta Urano. Urano está cinco vezes mais distante e quase 3000 vezes mais apagado e por isso é invisível a olho nu. Mas por meio de binóculos e de telescópios será possível ver Urano a menos de 1 grau de distância de Júpiter. Essa maior aproximação acontecerá na noite de 24 de Setembro.

No outro lado da escala de brilho, a Lua cheia irá se juntar a essa cena celeste mais ou menos nas mesmas datas, ela irá brilhar acima de Júpiter na noite de 22 de Setembro de 2010 e a esquerda do planeta na noite de 23 de Setembro de 2010.

Mais coincidências também acontecerão aqui. Júpiter e Urano encontram-se próximos do ponto no céu conhecido como ponto vernal, onde o Sol cruza o equador celeste no primeiro dia da primavera para o hemisfério norte.

E tudo acontecerá por volta da mesma datam já que o início da primavera acontecerá no dia 22 de Setembro de 2010.

O que essas coincidências significam “Nada”, diz Alan MacRobert, editor sênior da Sky and Telescope. “As pessoas esquecem que aproximações como essas acontecem a todo o instante no céu. Qualquer arranjo particular pode não acontecer por séculos, mas outros estão acontecendo então a melhor dica é: curtam o espetáculo”!

Fonte:

http://www.skyandtelescope.com/about/pressreleases/102862454.html